NÃO PRECISAMOS DAR CONTA DE TUDO NESTE ESTADO DE CONFUSÃO

Você já se sentiu como um malabarista sustentando vários pratos simultaneamente? Apesar de circense, essa cena faz parte do cotidiano de muitas pessoas – inclusive quando se trata da implementação de uma cultura de gestão dentro de uma empresa. O que muitos esquecem é que existem diversas formas de se fazer isso e que, sim, é possível que seja realizada de maneira estruturada – equilibrando metas com seus respectivos resultados.
 
Conforme explica a presidente do Grupo Valure, a coach e mentora de gestão Lorena Lacerda, é o modelo de gestão que irá ajudar a liderança a girar todos esses pratos na empresa. Isto, sem que necessariamente precise fazer esforço para girar cada um deles. “O modelo de gestão permite que você tenha pessoas e áreas dentro da sua empresa que façam isso por você. Assim, terá tempo para observar quem está girando melhor, com mais equilíbrio e de maneira estruturada”, comenta.
 
Lorena ressalta que o grande desafio consiste justamente na disciplina. “Na minha visão, ela se resume como a principal competência para o sucesso. Qualquer mudança que você tenha que fazer na vida exigirá disciplina – seja em âmbito pessoal ou profissional. No caso da gestão de uma empresa, é necessário ter disciplina para planejar projetos e planos de ação. Inclusive, existem diversos desafios na implementação definitiva de uma cultura de gestão”, pondera.
 
Segundo a presidente do Grupo Valure, uma dificuldade diz respeito à falta de liderança: o fazer em vez de gerir. “Nós, gestores, temos uma quantidade de atividades operacionais em nossa rotina. Isso faz parte. À medida que subimos na organização, essas atividades tendem a reduzir e resultam em mais tempo para fazer a gestão. Gerir é desenhar projetos, analisar situações, ser crítico em seu ponto de vista, comparar números e, a partir disso, fazer a liderança de sua equipe”.
 
De acordo com Lorena, outro ponto a ser observado na rotina das empresas é a falta de planejamento e o foco nas urgências. “Planejar ajuda a reduzir o volume de urgências. Claro que tem segmento que possui mais urgências que outros. Mas, é preciso saber fazer a gestão de pessoas – delegar, cobrar resultados e antecipar as coisas. Quando você enxerga onde pretende chegar, distribui responsabilidades e acompanha tudo de forma antecipada”, reforça.   
 
A coach e mentora de gestão alerta ainda sobre o modelo mental “eu sei o que fazer”. “As coisas mudam. Você pode saber uma coisa que era muito interessante antes, mas hoje não ser mais. Segundo, ninguém tem todas as respostas. Sem contar que quando a equipe tem um líder que não abre espaço para contribuições, ela abre mão de tentar. Sem envolver as pessoas e conversar, você não traz a equipe para se responsabilizar e achar alternativas para melhorar resultados”.  
 
GESTÃO DESCOMPLICADA – Ministrado por Lorena Lacerda, o workshop “Gestão Descomplicada” é exclusivo para gestores do programa Parceiros para a Excelência (Paex), da Fundação Dom Cabral (FDC) – que tem o Grupo Valure como associado em Mato Grosso. Entre as atividades desenvolvidas pela FDC no Estado também consta o programa de especialização em Gestão de Negócios. 

Compartilhe este post

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin

Postagens relacionadas

Dicas de Carreira

SUA LIDERANÇA ESTÁ EM EQUILÍBRIO?

Neste vídeo da série “Dicas de carreira” nossa CEO, @lorenalacerda, compartilha dicas importantes de como o Líder deve equilibrar hábitos para conseguir levar a equipe

Como podemos te ajudar?

Open chat
Precisa de ajuda?