Os gerentes, os líderes e os “líderes de líderes” :: Grupo Valure

Grupo Valure

Associada à Fundação Dom Cabral

Notícias

Os gerentes, os líderes e os “líderes de líderes”

Publicação: 02/11/2015 às 01:36 | Autor: Anderson Sant’Anna – professor e coordenador do Núcleo de Desenvolvimento de Pessoas e Liderança da FDC

Hoje, as organizações buscam ampliar o leque de conhecimentos, habilidades e atitudes de seus profissionais. 
 
Em 1977, Abraham Zaleznik publicou um artigo argumentando sobre as diferentes habilidades para as posições de gerência e liderança.  Os objetivos dos gerentes surgiriam de necessidades e não vontades; se destacariam ao apaziguar conflitos e também ao garantir que as atividades diárias fossem cumpridas. 
 
 
Já os líderes adotariam atitudes pessoais e proativas em relação aos seus objetivos, buscariam oportunidades e recompensas, estimulando o processo criativo; os relacionamentos seriam intensos e os ambientes em que atuam caóticos. No entanto, as organizações de sucesso necessitariam de indivíduos com ambos atributos. ​
​​​​

Anderson Sant'Anna​

 
O artigo foi publicado na “Era de Ouro do Capitalismo”, período no qual os processos de produção e regulação do trabalho são colocados em xeque e buscam-se novos padrões de competitividade. 
 
A partir daí o que se vê é a intensificação da globalização, o início da competição entre empresas, busca por fatores de diferenciação e vantagens competitivas baseadas, em particular, na noção de flexibilidade. 
 
Se, à época da publicação do artigo de Zaleznik, o conceito tradicional de gerência focava o desenvolvimento de seus representantes em qualificação, controle e processos produtivos rígidos, descartando o fator de liderança, com a nova ênfase em competitividade – centrada na noção de flexibilidade -, surge a preocupação nas organizações de ampliar o leque de conhecimentos, habilidades e atitudes de seus profissionais. 
 
Daí, chegamos à atual tônica de liderança. Além dos “perfis” gerenciais e de liderança, vislumbra-se a emergência de um novo: os líderes de líderes, em que se depositam expectativas quanto à capacidade de construir ambientes que atraiam e retenham pessoas com o perfil atual de competitividade – proatividade, capacidade empreendedora e adaptativa. 
 
A eles cabe identificar e desenvolver situações para que as competências sejam aproveitadas e ter capacidade de leitura de contextos e pessoas, de lidar com situações contraditórias e, em especial, criar condições para evidenciar a criatividade e a capacidade de inovação dos indivíduos. 
 
Fonte: A Gazeta – ES (Imóveis) - 14-06-2015 ​
 
Esta publicação não possui nenhum comentário ainda. Seja o primeiro, preencha os campos abaixo!
Grupo Valure
Cuiabá - MT
Rua Corumbá, 259 - Bairro Baú - Fone (65) 3318-2600
 
Ver no mapa

Redes sociais

Sitevip Internet